RSS

Slide

Your pictures and fotos in a slideshow on MySpace, eBay, Facebook or your website!view all pictures of this slideshow

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Poesia

Urgentemente

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar a alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.

Eugénio de Andrade

5 comentários:

Rui disse...

É urgente ler este texto :)
Uma poesia muito bonita.
Muito boa inspiração, Jenny.
Beijinhos
RS

Olga disse...

Lindo este poema Jenny. É a minha Jenny em acção. Beijinhos grandes da tia.

Patty disse...

Boa escolha, adorei o poema.
Esta minha Jenny cada vez está melhor.
Continua assim, estou a gostar.
Jinhos
Patty

Brown Eyes disse...

É urgente viver, saber viver e deixar viver. BJS

Espaço do João disse...

Olá jenny.
Já que estás a aprender a tocar guitarra, aprende também uma quadras para quando cá vieres tocar e cantar.
Eu vou ensinar-te uma.
Aqui vai

Se cá vieres de verdade
À minha santa casinha
Levarás uma dúzia de queijos
Da vaca da tua madrinha.


Se não gostares , é só apagares. carregando no cesto do lixo que se encontra no fim da mensagem.